• AraKetu volta a Piúma após 10 anos.

    A a banda Araketu se apresenta no trio elétrico em piúma, nesta sexta feira(23), com nova formação após a nova saída do vocalista Tatau, no começo deste ano.

    Voltando a Piúma após 10 anos desde sua última apresentação na cidade, a banda anuncia um show como em suas origens: “Uma nova história, caminhos inéditos e novos personagens. Mas nós garantimos: a essência é a mesma!” informa o grupo em seu Twitter.

    Fazem parte do repertório do show hits que marcaram a carreira da banda, como “Mal Acostumado”, “Pipoca”, “Ara Ketu Bom Demais”, “Olha o Ara Ketu Aí” e Arerê.

    banda-araketuO enorme sucesso provocado pelo bloco Ara ketu, que tinha na base percussiva sua maior singularidade, acabou por criar a necessidade de uma banda com um trabalho baseado na pesquisa da música africana tradicional, devidamente readaptada musicalmente para temática brasileira.

    No dia 8 agosto de 1989, a Banda Ara Ketu começou o seu trabalho musical, sem deixar de lado a ênfase eminentemente ligada à prática percussiva. A partir deste período começaram as viagens internacionais, levando para países da Europa, América Latina e a cidades dos Estados Unidos a música que se produzia na Bahia.

    Em 1990 incorporou novos elementos à sua música, devido à participação da empresária da Banda Ara Ketu e diretora do Bloco Ara Ketu, na criação do memorial da Ilha de Goré Almadie, no Senegal. Lá ela conheceu de perto a musicalidade moderna africana: música de origem tribalística, eminentemente percussiva, misturada a sintetizadores, samplers e instrumental eletrônico. Este fato levou-a a implementar essa “nova” musicalidade na Banda Ara Ketu, fazendo as devidas adaptações musicais.

    Aproveitando o melhor da percussão existente no Bloco Ara Ketu, bem como o vocalista, que já fazia parte do “Ara Ketu percussivo”, buscou-se o restante dos músicos para formar o instrumental eletrônico e o naipe de sopro, que tivesse identificação com essa nova formação.

    Os músicos da banda então resolveram “importar” a idéia, readaptá-la à ritmia brasileira (nos sambas, músicas nordestinas e toques de candomblé) e realizaram a maior revolução experimentada pela música afro-baiana. Surge assim o estilo próprio do Ara ketu, que atrai pela força das canções, com letras que falam do povo e para o povo, com símbolos e códigos das etnias afros, sob a influência forte da música contemporânea. Dessa miscelânea de ritmos e estilos próprios a banda Ara ketu traçou seu caminho rumo ao sucesso e o reconhecimento popular.

    Informações de http://facebook.com/oficialaraketu/

You must be logged in to post a comment.